Nesta quarta-feira, 31 de março, às 19 horas, assista a Live CUT Minas!

Há 57 anos, em 31 de março de 1964, o Brasil vivenciou um Golpe Militar que marcou terrivelmente a sua história. Durante o Regime Militar, que durou 21 anos, muitos foram perseguidos, torturados e exilados, enquanto sindicatos foram fechados e a população vivia sem direito à liberdade de expressão.

Décadas depois, vivemos sob ameaças autoritárias e elogios ao Regime Militar por parte de Jair Bolsonaro e seu desgoverno. Portanto, essa é uma data que precisamos relembrar para não esquecer e não deixar que se repita nunca mais.

Na live dessa quarta-feira, contaremos com a participação de Marcelo D’Agostini (membro da Oposição Bancária de 1978 a 1987, e ex-Secretário Geral da CUT Minas de 1992 a 1995), Agnaldo Quintela (Ex-Presidente do Sindipetro/MG no período do Golpe Militar, de 1966 a 1968) e da Maria Antonieta Pereira (membra da Oposição Sindical Metalúrgica na década de 1970) para falarem sobre a luta sindical no período da Ditadura Militar. Contaremos também com a participação do atual Presidente da CUT Minas, Jairo Nogueira. O debate será mediado pela Secretária Geral da CUT Minas, Lourdes Aparecida.
⠀⠀
📲 Assista, ao vivo, pelo Facebook da CUT Minas